Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/deputado123/public_html/wp-includes/post-template.php on line 284
segunda-feira, 16 novembro, 2015

Dia Nacional do Não Fumar alerta a sociedade para riscos do tabagismo

De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer, o tabagismo é a causa da morte de mais de 200 mil brasileiros anualmente. Para alertar a sociedade sobre os riscos e danos causados por essa prática, o dia 16 de novembro é marcado como o Dia Nacional do Não Fumar.

O tabagismo é reconhecido como uma doença que causa dependência física e psicológica. Ao fumar um cigarro o ser humano inala mais de 4 mil substâncias tóxicas, que podem resultar em diversas doenças, entre elas o câncer de pulmão.

“O cigarro é um produto com uma série de substâncias tóxicas, e que não existe dose segura para o consumo. As pessoas têm a tendência de achar que o cigarro vai levar apenas a problemas pulmonares, mas, além disso, ele também é uma das principais causas de doenças cardiovasculares e respiratórias”, explica o médico Pneumologista, João Vicente Moreira.

Nos últimos anos, o número de fumantes acima de 18 anos vem diminuindo no Brasil, mas os dados ainda são preocupantes para as autoridades de saúde. O consumo de cigarro ainda é considerado pela Organização Mundial de Saúde a principal causa de morte evitável no mundo.

“Quanto maior o consumo de cigarro, maior a chance de desenvolver um câncer de pulmão. Esse tipo de câncer, geralmente, é diagnosticado em um estágio avançado, onde as chances de cura são menores”, explica o Pneumologista.

Pessoas que convivem com fumantes também são expostas aos riscos do cigarro à saúde. “Os chamados fumantes passivos, também correm riscos por conviverem com pessoas que consomem cigarro. É um fator de risco para desenvolvimento do câncer de pulmão, e outras doenças”, alerta.

6,7% da população piauiense é fumante

Dados da coordenação de Combate ao Tabagismo da Secretária Estadual de Saúde (Sesapi) apontam que 6,7% da população do Piauí é fumante. O número ainda é considerado alto pela Sesapi apesar das reduções registradas nos últimos anos.

Para tentar mudar essa realidade, profissionais de saúde de diversos municípios vêm sendo capacitados para atuar no programa de controle ao tabagismo. Atualmente, 120 municípios do estado já possuem atividades educativas e de tratamento do tabagismo.

“Hoje, as pessoas querem parar de fumar, Mas não sabem onde procurar esse apoio.com essa capacitação de profissionais eles podem ter acesso à informações e tratamento de forma gratuita, bem próximo de casa” comenta Valdite costa ,coordenadora de combate ao tabagismo da Sesapi.

Todas as etapas do tratamento são estruturadas pelo Inca, e privilegiam a conscientização dos indivíduos. “Cerca de 70% das pessoas que iniciam esse tratamento conseguem parar de fumar. O serviço de saúde aliado ao apoio da família é fundamental”, comenta. Fonte: Jornal O Dia

Publique o seu comentário

Contato

Palacio Dep. Luis Eduardo Magalhães 1a avenida, Prédio Anexo, gab. 202, Wilson Lins - CEP: 41.745-001 CAB, Salvador/BA.

(71) 3115-7281

alexlima@alba.ba.gov.br