terça-feira, 5 Abril, 2016

Campanha de vacinação contra a gripe na Bahia começa no dia 30

A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), por meio da Coordenação Estadual do Programa de Imunizações, informa que a Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe na Bahia vai acontecer no período de 30 de abril a 20 de maio. Não há previsão para antecipação dessa data, uma vez que as vacinas, fornecidas pelo Ministério da Saúde, ainda não chegaram a Salvador. Neste ano, o Dia D de Vacinação será no sábado, dia 30 de abril.

Como determina o Ministério da Saúde, a campanha é dirigida às crianças de seis meses a menores de 5 anos, idosos (a partir de 60 anos), trabalhadores da área da saúde, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Neste ano, até o momento, dez casos foram confirmados da gripe H1N1 na Bahia, desses, dois pacientes vieram a óbito em Salvador. No ano passado, apenas um caso foi registrado em uma pessoa que veio de São Paulo. O aumento do número de casos e de óbitos, principalmente em São Paulo, tem despertado a atenção das autoridades de saúde porque estão acontecendo fora da época do inverno, quando costumam ser registrados.

Como se proteger da H1N1

Além da vacinação, medidas simples podem ser adotadas para prevenção contra gripe. Uma delas consiste em simplesmente lavar as mãos com água e sabão, ou passar álcool para desinfetá-las. Também é preciso manter a casa sempre arejada, evitar espirrar nas mãos e sim na curva do braço; jogar fora os lenços descartáveis usados para cobrir a boca e o nariz, ao tossir ou espirrar; além de evitar viajar para lugares onde estejam acontecendo muitos casos da doença.

Sintomas

Os sintomas da gripe H1N1 são semelhantes aos causados pelos vírus de outras gripes. No entanto, requer cuidados especiais a pessoa que apresentar febre alta – acima de 38º, 39º e de início repentino -, dor muscular, dor de cabeça, de garganta e nas articulações, irritação nos olhos, tosse, coriza, cansaço e inapetência. Em alguns casos, também podem ocorrer vômitos e diarreia. Nesses casos, é bom procurar logo o médico na unidade de saúde mais próxima da residência. Fonte: Secom-Ba

Publique o seu comentário

Contato

Palacio Dep. Luis Eduardo Magalhães 1a avenida, Prédio Anexo, gab. 202, Wilson Lins - CEP: 41.745-001 CAB, Salvador/BA.

(71) 3115-7281

alexlima@alba.ba.gov.br