segunda-feira, 26 fevereiro, 2018

Alex Lima se solidariza com Jaques Wagner e classifica ação da PF como midiática

O deputado estadual Alex Lima (Podemos) usou as redes sociais para comentar sobre a ação da Polícia Federal (PF) contra o secretário de desenvolvimento econômico, Jaques Wagner (PT) e classificou a ação como mais uma espetacularização, liderada pelo Judiciário, em parceria com a imprensa. “Em 2017, Wagner foi testemunhar na Lava Jato e em nenhum momento solicitaram-lhe qualquer tipo de documento. No entanto, espontaneamente, ele reuniu todos os documentos citados e enviou à sede da PF, para que fosse ceifada qualquer tipo de especulação com o seu nome. É, no mínimo, estranho que esta ação ocorra, justamente, após ele Wagner estar liderando as pesquisas como possível presidenciável do PT”, disse o deputado, lamentando o apoio da imprensa em perseguições judiciais. “É lamentável que tudo tenha ocorrido com o apoio da emissora de TV, pertencente à família do prefeito ACM Neto (DEM), que já estava no local, antes mesmo da chegada dos policiais. Tudo isso, evidencia que a ação foi apenas política e espetaculosa”, completou.Me solidarizo com o secretário e família e desejo serenidade para superar mais um triste episódio do nosso Judiciário. Para nós, resta a torcida para que chegue o dia em não precisaremos utilizar investigações importantes como meios de manobras políticas. A Bahia não precisa disso e os baianos não aceitam perseguições”, disse.

Ascom Alex Lima

Publique o seu comentário

Contato

Palacio Dep. Luis Eduardo Magalhães 1a avenida, Prédio Anexo, gab. 202, Wilson Lins - CEP: 41.745-001 CAB, Salvador/BA.

(71) 3115-7281

alexlima@alba.ba.gov.br